Pular para o conteúdo principal

Que horas passa o próximo ?


A Empresa Municipal de Transportes de Madri, responsável pelo transporte coletivo da capital espanhola, além de ter um site bem completo em termos de serviços aos usuários de ônibus, lançou um serviço para celular, por SMS.
O sistema funciona da seguinte forma: o usuário envia um SMS para o número 7998 indicando em que ponto de parada está e qual destino pretende, depois do envio o sistema responde, em vinte segundos, qual a distância e quanto demorará para chegar ao ponto o próximo ônibus.

Com um custo ao usuário de quinze centavos de euro, o sistema está em funcionamento há um ano e meio, com grande adesão do cidadão madrilenho.

Comentários

Everson disse…
Caro Álvaro,

Interessante prática.Embora não haja comparação de nível econômico entre europeus e latinos lá, pelo que percebi, eles pagam os quinze centavos (R$ 0,39) com tranqüilidade. Por aqui pagamos em média, mesmo com todos os impostos, cerca de R$ 0,35 porém, as iniciativas de governo móvel aqui ainda, não deslancham... Talvez nosso problema seja mais político do que técnico... Sem falar que se o governo comprar lotes de sms o custo é reduzido.

Everson
everson.aguiar@gmail.com
Alvaro Gregorio disse…
Olá Everson,

Nós temos alguns casos nacionais, como o da CELEPAR em Curitiba, em que o envio de SMS é bancado pelo governo (o exemplo paranaense pode ser lido em http://www.conip.com.br/bancodeideias/conteudo.php?origem=2&tipo=1&titulo=M-Gov ) com valores de R$ 0,07 por mensagem.
Podemos confrontar esse investimento com a agregação de valor do serviço público para então percebermos o valor real do serviço móvel.
Aqui em SP estamos testando, por exemplo, a confirmação de agendamento de consultas e atendimentos no InCor e no Poupatempo e, numa prévia avaliação, além da satisfação do cidadão, obteve-se boa economia pela redução de no-show.

Aceite outro abraço,

Alvaro Gregorio
Everson disse…
Caro Álvaro,

Conhecia o case da Celepar mas, não sabia que o valor por sms era de R$ 0,07. Pelo que venho lendo em seu blog você está bem 'ligado' nas tendências em modernização e governo eletrônico. Parabens, e nos mantenha sermpre bem informados. Estou realizando uma pesquisa sobre barreiras em iniciativas de governo móvel.

No processo de construção do marco teórico explicitarei alguns cases nacionais de sucesso, inclusive o perto de você e o cidadão.sp/pda. Talvez, você tenha acesso a algum documento, artigo, termo de referência, etc que possa compartilhar comigo.

abraços,
Everson
everson.aguiar@gmail.com
pamelarabourn disse…
You want to verify there’s not a hint left earlier than utilizing the toy. Our employees is actually what units us aside from the remainder and makes our web site and stores the perfect spot for grownup buying. We are staffed with educated, well-informed, and open-minded people who truly hold a passion for what we do. Using a butt plug is nice way|a good way|an effective way} to start out|to begin} dildos on your anal intercourse journey. Offering FREE specific supply on orders over $59 with discrete plain packaging.

Postagens mais visitadas deste blog

Cinco Princípios para Novos Serviços Públicos. Terceiro: o Governo como Plataforma

A ideia de Tim O'Reilly ao criar o termo e a abordagem de Governo como Plataforma, foi dar uma perspectiva de valor de patrimônio e de uso aos dados governamentais. Inicia explicando que as plataformas seguem uma lógica de alto investimento, onde praticamente só o Estado é capaz de investir, mas permitem à população, ao utilizarem essa plataforma, gerar riquezas. Temos um claro exemplo ao pensar em uma rodovia como esse investimento. O governo a constrói, mas a entrega aos usuários para trafegarem seus produtos, serviços, passageiros, estimular turismo e economias integradoras etc.. Em outras palavras, uma plataforma rodoviária do governo, mesmo em concessão, será usada pela sociedade, mesmo a custo de pedágios. O mesmo serve para plataformas digitais. O governo americano durante a gestão Reagan, em 1983, tornou disponível ao mundo o Sistema de Posicionamento Global - GPS. A partir do uso mundial dessa plataforma podemos calcular quantos outros produtos e serviços foram gerado

10 Dicas para Prefeitos Inovadores

Em poucos dias, prefeitas e prefeitos eleitos em outubro passado estarão assumindo seus mandatos. A princípio, sejam eles i niciantes ou reconduzidos, o cenário que os aguarda está mais para drama do que para comédia. Isto por que, na maioria dos  5563 municípios  brasileiros, i ndependente de porte ou localização , há um imenso  descompasso entre as legítimas demandas da sociedade e a capacidade do poder público em atendê-las.  Dificuldades de gerenciamento, aliadas a um processo civilizatório excludente, resultaram  em  uma triste realidade na qual poucos municípios brasileiros possuem, em pleno  século XXI,  índices de desenvolvimento humano - IDH considerados satisfatórios pela Organização das Nações Unidas - ONU. Bem, a choradeira para por ai.  O que gostaríamos de falar, daqui para a frente,  para prefeitas e prefeitos bem intencionados e que queiram, de fato, mudar o filme, é que as  grandes alterações  que estão ocorrendo no mundo, estão abrindo  novas oportunida

Cinco Princípios para Novos Serviços Públicos. Segundo: Governo Único para Cidadão Único.

A visão organizacional que o governo tem de si mesmo é a de ser um amontoado de compartimentos organizados por temas, numa estrutura hierárquica funcional que, de pesado equilíbrio, assenta-se de forma estanque e rígida em sólidas bases da lei. Por isso, só executa scripts de competências restritas, estimulando o isolamento – quantos governos dentro de um só – e a decorrente ausência de cooperação, refletindo, na visão do cidadão, um governo fragmentado, com algumas ilhas de excelência e grandes continentes de baixa eficiência. De igual forma, o governo também vê o cidadão de modo fragmentado: às vezes contribuinte, outras motorista, proprietário, aluno, paciente... mas nunca um cidadão único. E essas fragmentações impedem a visão da pluralidade, do todo, de um único harmônico, impedem o entendimento do que representam um e outro. retirado de  Korea IT Times O governo que se apresenta em fragmentos, naturalmente por agir de forma fragmentada, dispersa responsabilid